"Animals consiste em duas séries distintas mas ligadas, desenvolvidas a partir de 2011.

A primeira série de seis imagens apresenta um corpo humano vestido de vestidos de

menina com cabeças de animais em situações quotidianas. Na segunda série (aqui

mostrada), as mesmas seis cabeças de animais aparecem, mas desta vez usadas por um

corpo masculino que, sem a roupa feminina, incorpora uma imaginário mais grotesco. As

cores, combinadas com os locais mais quotidianos, cria uma atmosfera distinta habitada

por estas personagens híbridas. Aqui, algo está em meio de acontecer; o corte fotográfico

constitui o instante no qual algo acontece na expressão de cada máscara."

 

Rossana Mendes Fonseca

A minha pesquisa enquanto fotógrafa é intersectada pela filosofia. Procuro pensar a fotografia como gesto criativo e político, que tem influenciado e mudado, desde o seu começo, o modo como o mundo é olhado.

 

Desde que terminei o Mestrado em Fotografia no Paris Photographic Institute Spéos em 2010, tenho sido membro investigador no Aesthetics, Politics and Art research group no Instituto de Filosofia da Universidade do Porto.

 

Na minha investigação tenho tentado combinar a fotografia e a escrita de modo a que estas práticas se informem mutuamente.

 

Tem sido o meu principal objectivo explorar o conceito de fotografia como dispositivo social e político, e a sua imagem como objecto no mundo que é instrumento de poder e conhecimento, bem como como o médium fotográfico trabalha com a sua mecânica e termos próprios e o que intrinsecamente inscreve no mundo.

 

Tenho trabalhado como fotógrafa e ensaísta freelancer desde 2010.

 

Cobri o Festival de Cinema de Veneza nesse mesmo ano, regressando ao Porto para terminar a minha tese de Mestrado, viajando entretanto, e estabelecendo-me num pequeno estúdio.

 

Tendo sido me oferecida uma parceria em 2013, mudei o meu estúdio para o espaço de cowork na CRU, no qual pude trabalhar com outros criativos, entre os quais designers gráficos, designers de produto e moda, arquitectos, videógrafos e outros fotógrafos. Tenho trabalhado lá desde então.

 

A luz, o tempo e a memória na fotografia são conceitos fundamentais que têm estado presentes desde o Mestrado em Estudos Artísticos — Teoria e Crítica da Arte (na Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto) até ao momento presente; sendo, então, em torno deles que tenho desenvoldido o meu projecto de Doutoramento em Arte Contemporânea (no Colégio das Artes da Universidade de Coimbra).

 

Em termos de produção escrita, baseio a minha investigação em autores como Gilles Deleuze, Henry Bergson, Michel Foucault e Paul Virilio.

 

Enquanto que no plano mais prático, trabalho sobretudo num ambiente de estúdio no qual componho visualmente os objectos e temas da minha fotografia; e mais recentemente, tenho ensaiado novas formas de impressão da fotografia, utilizando também o processo serigráfico.

 

As exposições nas quais tenho participado foram essencialmente em torno das minhas séries fotográficas mais recentes, mantendo contudo uma estreita ligação com a galeria da CRU, na qual tenho a oportunidade de participar no processo da sua curadoria.

OBRAS

'ANIMALS' photography_2015_40x30cm (1)

'ANIMALS' photography_2015_40x30cm (2)

'ANIMALS' photography_2015_40x30cm (4)

'ANIMALS' photography_2015_40x30cm (5)

ROSSANA MENDES FONSECA

Para mais informações sobre estas obras por favor contacte-nos através do seguinte e-mail: portugalnow2015@gmail.com

© BORDERLAND 2016

Mara Alves PortugArt Founder

Tel: +44 (0) 7425089060

E-mail: portugalnow2015@gmail.com

SOCIAL MEDIA

Com o apoio da Embaixada Portuguesa